Ir para conteúdo

"A memória turística de Curitiba vem de suas tradições", diz Greca

Turismo Curitiba

  • Turismo Curitiba
  • Turismo Curitiba
  • Turismo Curitiba
  • Turismo Curitiba
  • Turismo Curitiba
  • Turismo Curitiba
  • Turismo Curitiba
  • Turismo Curitiba
  • Turismo Curitiba
  • Turismo Curitiba
  • Turismo Curitiba
  • Turismo Curitiba
  • Turismo Curitiba
  • Turismo Curitiba
  • Turismo Curitiba

 

Nesta quarta-feira (25/5), o prefeito Rafael Greca abriu o Salão Nobre da Prefeitura para celebrar o Dia Nacional do Turismo, os 17 anos do Instituto Municipal de Turismo (IMT) e o Dia do Guia de Turismo, comemorados em maio.

Greca enalteceu a trajetória do Instituto e citou o fomento de roteiros europeus, como o Caminho de Santiago de Compostela, que foi recriado e atrai turistas do mundo inteiro. “Usar a tradição para criar o novo, de dar um futuro para o passado, a memória turística de Curitiba vem de suas tradições. Por isso fizemos um parque para cada imigração”, comentou.

“O turismo é a invenção dos empregos, dos eventos, o fomento de uma agenda positiva e propositiva. Um rosto da cidade cuidado, flores nos canteiros, iluminação de led, facilidades de urbanismo e acessibilidade”, disse Greca.

Trajetória de sucesso

Criado em 10 de maio de 2005 pela Lei Municipal n.° 11.408/05, o Instituto Municipal de Turismo é uma autarquia responsável pela gestão da Política de Turismo na cidade. O Instituto atua no desenvolvimento do turismo e de todo o trade, assumindo um importante papel no processo de retomada e aceleração econômica do setor no pós-pandemia.

“Recebemos 7,2 milhões de visitantes por ano, um número expressivo e motivo para nos orgulhar. Precisamos estar sempre preparados para melhor atender”, salientou Tatiana Turra, presidente do IMT.

Tatiana também declarou o retorno da participação presencial dos técnicos do Instituto nas feiras e encontros do setor de turismo.

O vice-prefeito Eduardo Pimentel também ressaltou a importância de fortalecer os roteiros para aumentar a permanência do turista não só em Curitiba, mas também na Região Metropolitana.

“Que o turista durma nos nossos hotéis, consuma nos restaurantes, mas que também possa passar uns dois dias no caminho dos vinhos em São José dos Pinhais, em Piraquara, São Luiz do Purunã, ou quem sabe no trem a caminho do litoral. Mas que ele continue aqui”, argumentou Pimentel.

Turismo sem rótulos

A convite do Programa Escola de Turismo, Carolina Sass de Haro fez uma palestra sobre as principais mudanças e tendências de comportamento e consumo dos viajantes brasileiros. 

“O turista corporativo também aproveita momentos de lazer, o de lazer aproveita para também trabalhar, esse turismo sem rótulos é uma tendência, assim como o turismo multigeracional. Vemos famílias inteiras viajando para compensar o período em que os parentes ficaram afastados por causa da pandemia e agora querem viver experiências além de visitar os atrativos”, declarou Carolina.

Carolina é doutora em Turismo, certificada em Neurociência pela Universidade da Pensilvânia, cursou empreendedorismo e gestão na MIT Sloan School of Management. É pós-graduada em Gestão do Conhecimento, Tecnologia e Informação e bacharel em Turismo. Fala cinco idiomas, viveu em quatro países e visitou outros 40 em sua jornada pelo mundo.

Expo Turismo Paraná

Ainda durante o evento, o prefeito e o vice-prefeito foram convidados para a Expo Turismo Paraná, que acontece nos dias 9 e 10 de junho. O convite foi feito pelo presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagens (ABAV/PR), João Alceu Rigon Filho, que promove a Expo.

Presenças

Também participaram do evento o presidente do Instituto Municipal de Administração Pública (Imap), Alexandre Matschinske, a assessora da Coordenadoria de Projetos da Prefeitura, Márcia Huçulak, o coordenador do Programa Escola de Turismo, Leandro Nunes Meller; o vereador Marcelo Fachinello e demais convidados do trade de turismo.

Quer compartilhar?