Ir para conteúdo

Curitiba recebe reconhecimento do Ministério do Turismo como DTI em transformação

Curitiba recebe reconhecimento do Ministério do Turismo

  • Curitiba recebe reconhecimento do Ministério do Turismo
  • Curitiba recebe reconhecimento do Ministério do Turismo
  • Curitiba recebe reconhecimento do Ministério do Turismo

 

Como reconhecimento pelos trabalhos de Destino Turístico Inteligente iniciados em 2020, dez destinos-piloto foram homenageados com o certificado de Destinos Turísticos Inteligentes em Transformação, entregues pelo ministro do Turismo, Carlos Brito.

A homenagem aconteceu nesta terça-feira (23/8) durante I Seminário Internacional DTI Brasil, em Brasília. O encontro que terminou nesta quarta-feira (24/8) foi promovido pelo Ministério do Turismo (MTur) em parceria com o Instituto Ciudades del Futuro e Fundacion Ciudad de La Plata. 

A ação envolveu duas cidades de cada região do país: a capital federal, Brasília, e Campo Grande (Centro-Oeste); Recife/PE e Salvador/BA (Nordeste); Rio de Janeiro/RJ e Angra dos Reis/RJ (Sudeste); Florianópolis/SC e Curitiba/PR (Sul); Rio Branco/AC e Palmas/TO (Norte). Um DTI tem como foco a incorporação de novas tecnologias, alinhadas a estratégias de marketing, sustentabilidade e acessibilidade, entre outras.

Para a presidente do Instituto Municipal de Turismo, Tatiana Turra, o evento em Brasília foi um reconhecimento ao trabalho que vem sendo feito pelo ecossistema Curitiba DTI.

“Durante esse processo fizemos um diagnóstico e sensibilizamos atores internos da Prefeitura e externos, originando também o plano de transformação e o mapa estratégico. Agora partimos para a execução, de maneira que a gestão do turismo em Curitiba seja mais eficiente, baseada na jornada e interesses dos turistas, buscando também que suas experiências sejam singulares e preservando nossa identidade e valores locais”, salienta Tatiana.

Modelos DTI

Durante a terça-feira foram apresentados os modelos espanhol, valenciano e argentino de Destino Turístico Inteligente (DTI) e os casos de DTI adotados na Europa e América Latina, entre eles os de Benidorm, Valência e Santander (Espanha), Tequila (México), Bogotá (Espanha) e Medelín (Colômbia).

Destinos sul-americanos que estão em transformação, como Montevidéo (Uruguai), Posadas e La Costa (Argentina), também foram demonstrados. 

Destino Curitiba

Tatiana Turra apresentou nesta quarta-feira a metodologia que Curitiba vem desenvolvendo para adequar a cidade ao novo turismo. “O evento foi uma oportunidade de nos aproximarmos de destinos internacionais referenciais com a metodologia e ainda incentivando maior troca entre os dez primeiros destinos nacionais selecionados para esse processo”, declara Tatiana.

Entre os detalhes apresentados estiveram a ativação do ecossistema de DTI na cidade, o WiFi Curitiba e o Programa Escola de Turismo. Também foram mostradas ações de inovação, entre elas o Coreto Digital no Passeio Público e a Galeria Quatro Estações no Jardim Botânico; de tecnologia, como os portais Guia CuritibaCuritiba Criativa e a vitrine digital da Feira do Largo da Ordem; de promoção e marketing, como o reposicionamento da identidade do destino com o Curta Curitiba; de mobilidade e transporte, o que inclui as melhorias na Linha Turismo; de segurança, com a implantação da Muralha Digital; de acessibilidade com as novas calçadas do Setor Histórico e adaptações no Jardim Botânico; de sustentabilidade como a Fazenda Urbana, implantação da Escola de Sustentabilidade no Bosque Zaninelli e o Madeira nas Arcadas; e, por fim, apresentação das ações de criatividade com as lojas #CuritibaSuaLinda e as formações do Liceu de Ofícios Criativos.

O processo de DTI em Curitiba está sendo realizado em parceira com a Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação, Sebrae-PR e Fecomércio-PR.

Os outros destinos convidados para apresentarem os processos foram Brasília (DF), Angra dos Reis (RJ), Florianópolis (SC), Recife (PE) e Rio Branco (AC). 

Quer compartilhar?