Ir para conteúdo

De Escola de Turismo a consultorias em inovação, Prefeitura apoia setor para volta dos viajantes

Prefeitura apoia setor para volta dos viajantes

  • Prefeitura apoia setor para volta dos viajantes
  • Prefeitura apoia setor para volta dos viajantes
  • Prefeitura apoia setor para volta dos viajantes

 

O setor de turismo está entre os mais afetados pela pandemia da covid-19. Por isso, o Plano de Retomada Econômica de Curitiba, lançado pelo prefeito Rafael Greca no ano passado, contempla várias ações do município que têm ajudado a reduzir os impactos no setor e a preparar toda a cadeia da capital para a volta do fluxo de viajantes.

De cursos da inédita Escola de Turismo a mais de 1,5 mil consultorias gratuitas em inovação da Prefeitura e Sebrae/PR, as informações sobre as ações estão reunidas no portal Retomada Curitiba.

Com a parceria do Instituto Municipal de Turismo e Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Paraná (Sebrae/PR), Curitiba ganhou o maior programa de qualificação gerencial gratuito voltado ao segmento de turismo já oferecido pela Prefeitura. Entre novembro de 2020 e junho de 2021, empreendedores e empresas tiveram acesso a soluções inovadoras que estão ajudando a fazer melhor, mais rápido e com menor custo a gestão de negócios e a presença digital, beneficiando os setores de hotelaria, gastronomia, receptivo, artesanato e comércio.

"Com o convênio, foi investido R$ 1 milhão em consultorias em gestão e inovação ministradas por especialistas do Sebrae/PR e que resultaram em 1.523 atendimentos a empreendedores e  empresas do trade", conta Tatiana Turra, presidente do Instituto Municipal de Turismo.

Uma das participantes das consultorias foi a empresária Maria Lopes Bonamigo, proprietária do Restaurante Jeito Mineiro, na Rua Riachuelo, que recebe muitos turistas que visitam o Centro Histórico da capital. Além de ter um raio X do seu negócio, ela recebeu o acompanhamento dos especialistas do Sebrae/PR para lançar uma marca de refeições congeladas só de receitas caseiras de dobradinha, rabada, feijoada e lasanha. Assim, nasceu a linha Jeito Mineiro Express à venda em seu restaurante.

“Fizemos uma consultoria voltada para a precificação do cardápio dos congelados, uma vez que são processos muito diferentes daqueles que eu utilizo no restaurante. Passamos a aplicar as boas práticas de fabricação e de segurança alimentar, além de planejar novas maneiras de comercializar e divulgar, inclusive nas redes sociais”, conta Maria.

Artesanato e hotéis

As artesãs Yara Regina Malheiros de Oliveira e Vera Eifler, que comercializam capas de cadernos e agendas em marchetaria de madeira com a marca CraftCreationsCWB (@craftcreationscwb), usaram a consultoria ofertada pelo município para fazer o planejamento de marketing de suas criações e também do corner das artesãs no espaço Madeira nas Arcadas (@madeiranasarcadas), no São Francisco.

“Tivemos as consultorias do Sebrae/PR e também orientações de um advogado para questões jurídicas pontuais. Foram mais de 20 encontros, presenciais e virtuais, que nos auxiliaram muito”, salienta Yara.

Como resultado da consultoria viabilizada pela Prefeitura, a Rede de Hotéis San Juan, com sede em Curitiba, prepara o lançamento de um aplicativo de realidade aumentada que permitirá um verdadeiro passeio pelas instalações das unidades. “Com o uso da tecnologia, vamos ampliar a experiência do nosso cliente, que vai poder conhecer as instalações, os processos internos e um pouco mais da nossa história”, comenta Diego Cesar Vezaro, gerente geral da rede de hotéis curitibana, com três unidades na capital e outras quatro em São Paulo (SP), Jaguariaíva (PR) e Foz do Iguaçu (PR).

Vezaro ressalta que o aplicativo dos Hotéis San Juan não será comercial. As reservas continuarão sendo feitas pelo site da rede curitibana. Através do aplicativo, ao apontar a câmera do smartphone para QR codes dentro dos hotéis, será possível abrir vídeos com histórias e informações sobre os serviços.

 

Site da Feirinha

No momento mais crítico da pandemia, em 2020, a Prefeitura lançou o site Feira do Largo da Ordem, que atualmente reúne 379 artesãos, designers e artistas plásticos. Todos já voltaram a comercializar suas criações na tradicional feirinha de domingo no Centro Histórico, mas o ambiente virtual para eles venderem seus produtos veio para ficar. "A plataforma tem ajudado a divulgar o trabalho dos artesãos e complementar a renda destes criadores. Para muitos, inclusive, foi a estreia no comércio eletrônico", salienta Tatiana Turra.

Moderna e bem otimizada, a vitrine virtual da Feira do Largo da Ordem é toda baseada em imagens dos produtos dos artesãos. Destaque para a área de busca por temas: alimentício; artes plásticas; arte em madeira; arte em plástico; arte em tecido; brinquedos; colecionador; decorativos; sabonetes, velas e difusores; utilitários e vestuário. No momento da venda, artesão e cliente negociam diretamente por WhatsApp.

A artesã Alessandra de Fátima Ferreira, 41 anos, comercializa bonecas de feltro na feirinha do Largo da Ordem e também está cadastrada na plataforma on-line do espaço desde o ano passado. “A iniciativa da Prefeitura foi muito importante", diz ela, que tem como carro-chefe bonecas em estilo afro. Em seu Petit Poupée Ateliê, Alessandra também confecciona divertidas almofadas com estampa de bichos.

Além disso, as capacitações presenciais gratuitas ofertadas aos artesãos no Liceu de Ofícios Criativos rapidamente passaram a ser ofertadas em plataformas digitais durante a pandemia. Já foram mais de 150 lives e 60 videoaulas com especialistas convidados, entre abril de 2020 e setembro de 2021, que compartilharam com os participantes conhecimentos em áreas como criação, marketing digital, compras, logística, gestão financeira e ecommerce (confira a programação no link).

Escola de Turismo

Inaugurada no fim de setembro deste ano, a Escola de Turismo de Curitiba é inédita no Brasil e começa a oferecer cursos gratuitos para toda a cadeia do setor (hotelaria, gastronomia, receptivo, artesanato e comércio) a partir de parcerias colaborativas. As capacitações ocorrem on-line e em vários espaços públicos, como Fazenda Urbana, Mercado Municipal, Casa Culpi e Memorial de Curitiba.

As primeiras aulas são em formato EAD (ensino à distância) e ministradas por especialistas do Senac/PR sobre temas como gastronomia, design e informática. As inscrições podem ser feitas até o dia 17 de outubro no portal Escola de Turismo de Curitiba.

"A Escola de Turismo traz uma proposta inovadora e vai ajudar a consolidar Curitiba como Destino Turístico Inteligente, ao oferecer capacitações para o trade, empresas, empresários, terceiro setor, servidores públicos e cidadãos interessados em inovação no setor turístico", destaca Mari Pessin, assessora técnica do Instituto Municipal de Turismo e coordenadora da Escola de Turismo de Curitiba.

Da parceria com o Instituto Municipal de Administração Pública (Imap), até o fim de outubro, serão abertas as inscrições no portal Aprendere para os cursos "Tendência em Turismo e Hospitalidade" e "Destino Turístico Inteligente".

Luz dos Pinhais

Com início na segunda quinzena de novembro, a edição 2021 do Natal de Curitiba – Luz dos Pinhais também integra o esforço do município para acelerar a retomada econômica da capital. Será a maior programação gratuita de fim de ano do país e, como no ano passado, irá respeitar todos protocolos sanitários do município em vigor para evitar aglomerações e contágios de covid-19.

"A programação já é inovadora por ocorrer através de parcerias público-privada, estimulando a economia local em diversos setores, como hotelaria, gastronomia, transporte, prestação de serviços e o comércio em geral, mas também fortalece a rede de economia criativa da cidade ao garantir emprego e renda para artesãos, artistas, cenógrafos e mão de obra especializada como operadores de luz e som, por exemplo”, lembra Tatiana Turra.

Em 2020, mais de dois mil profissionais da cadeia da economia criativa foram beneficiados com o Natal de Curitiba.

 

Mais iniciativas do Plano de Retomada Econômica de Curitiba que beneficiam o setor de turismo

 

FUNDO DE AVAL

Empresários do setor de eventos e turismo também contam com apoio do Fundo de Aval de Curitiba para facilitar a liberação de empréstimos para capital de giro e ampliação dos negócios.  Funcionando como uma espécie de "avalista" do empréstimo, o Fundo de Aval foi criado pela Prefeitura em 2020 para dar aos empreendedores da capital acesso a crédito de instituições financeiras parceiras, com taxas muito atraentes. Os empréstimos variam de R$ 5 mil a R$ 150 mil. Para ter acesso ao Fundo de Aval de Curitiba, os interessados devem procurar os Espaços Empreendedor da Prefeitura (saiba como agendar), localizados nas Ruas da Cidadania (confira os locais).

 

REFIC-COVID

Refinanciamento com abatimento de até 100% dos juros e multas para pagamento de dívidas de IPTU, ISS, Taxa de Coleta de Lixo e outros débitos. 22 mil acordos firmados, no maior programa de refinanciamento de Curitiba.

 

IMPOSTOS PRORROGADOS

Prorrogação do prazo de vencimento do ISS (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza) para empresas do Simples e MEIs. Benefício para 181 mil empresas e MEIs. Impacto de R$ 80 milhões. Também foi prorrogado o ISS-Fixo, beneficiando 15.581 profissionais autônomos e sociedades profissionais.

Quer compartilhar?