Ir para conteúdo

Feiras de Artesanato terão novo catálogo

feiracatalogo1

  • feiracatalogo1
  • feiracatalogo1
  • feiracatalogo1
  • feiracatalogo1
  • feiracatalogo1
  • feira
  • feira
  • feira

A Prefeitura de Curitiba lançará novo catálogo de promoção e valorização de produtos das Feiras de Arte e Artesanato e de Antiguidades de Curitiba. O novo material retratará todas as feiras, bem como a produção dos artesãos, com ênfase à Feira do Largo da Ordem, uma das maiores e mais visitadas do país. A Feira do Largo, nas manhãs de domingo, recebe em média 20.000 visitantes interessados em conhecer produtos oferecidos por mais de mil expositores.

"Esta é mais uma ação da Prefeitura e parceiros para valorizar o trabalho dos artesãos e também projetar ainda mais nossas feiras no cenário turístico nacional e internacional", disse o presidente do Instituto Municipal de Turismo, Luiz de Carvalho. O projeto para a criação do catálogo é do Instituto de Turismo e foi aprovado pelo Ministério do Turismo para ser viabilizado por meio da Fundação Banco do Brasil.

O convênio foi assinado, nesta terça-feira (1), no Instituto Municipal de Turismo, e contou com a presença da vereadora Julieta Reis. "Devemos considerar o impacto positivo que as feiras promovem na economia da nossa cidade, tendo em vista que são espaços importantes para geração de renda e emprego", disse a vereadora.

O gerente da Agência do Banco do Brasil Curitiba, Norton Bauer, disse que a Fundação Banco do Brasil escolheu o artesanato como setor prioritário para investimentos em Curitiba. O próximo passo, afirmou, será a criação de um Centro de Desenvolvimento do Artesanato em Curitiba, feito por estudo integrado com a Prefeitura e a Câmara Municipal de Curitiba.

"O objetivo é criar em Curitiba um espaço para a oferta permanente da produção dos artesãos, em função da qualidade dos produtos e o reconhecimento da tradição mantida nas feiras", disse Bauer. O Centro de Desenvolvimento do Artesanato será também um espaço com oficinas, onde os artesãos poderão demonstrar aos visitantes as etapas da sua produção.

No ano passado, a Prefeitura modernizou a infra-estrutura da Feira do Largo da Ordem com novas barracas e oferecendo aos produtores materiais com logomarca própria para agregar valor ao produto. Os expositores ganharam camisetas e aventais, além de adesivos, sacolas, pacotes e etiquetas.

"Essas medidas melhoraram a qualidade visual da feira, valorizando os produtos o que proporcionou ainda mais confiança por parte dos turistas e visitantes", afirma o artesão João Maoski, que há 16 anos atende na Feira do Largo.

Quer compartilhar?