Ir para conteúdo

Igrejas, praças e feiras são atrações no setor histórico

largo

  • largo
  • largo
  • largo
<B> <P align=left></P> <P align=left></B>O setor histórico de Curitiba oferece uma série de atrativos a turistas e moradores da cidade. Um olhar mais atento poderá vislumbrar uma arquitetura primorosa, evidenciada em igrejas e casarões construídos em séculos passados ao longo do calçadão do Largo da Ordem e entorno. </P> <P align=left>Nesta área ficam alguns dos mais importantes prédios históricos da cidade, como o Paço Municipal, na praça Generoso Marques, edificação que representa uma das mais importantes obras da <I>Art Noveau</I> do país. Construções do século XX, como a Universidade Federal do Paraná, também atraem a atenção dos visitantes e pessoas que transitam nas áreas centrais da cidade.</P><FONT face=Verdana> <P align=left>No coração da cidade, os visitantes encontrarão o Passeio Público, o parque mais antigo da cidade, criado por Alfredo D´Estragnoile Taunay, quando era presidente da Província do Paraná. O parque, inaugurado em 1886, foi o primeiro zoológico da capital. Tem 69 mil metros quadrados e uma série de aves e outros animais, como os macacos, além do aquário e do terráreo.</P> <P align=left>O Palácio Avenida, na rua XV de Novembro, também conhecida como Rua das Flores, é o cartão-postal da cidade no período de Natal. É responsável por atrair grande número de turistas e moradores durante as festas natalinas, que aproveitam também para conhecer a Boca-Maldita, reduto de manifestações populares e ponto de encontro de todas as gentes.</P> <P align=left>Além dos prédios históricos e áreas de lazer, a região abriga também a Feira de Artesanato do Largo da Ordem, por onde passam cerca de 20 mil visitantes nas manhãs de domingo. Outras opções são as Feiras Especiais de Páscoa, de Inverno, da Primavera e de Natal, organizadas pela Prefeitura, nas praças Osório, Generoso Marques e Tiradentes.</P> <P align=left>Recentemente revitalizada, a praça Tiradentes tornou-se um dos mais procurados atrativos turísticos da cidade. Ganhou nova iluminação e novo calçamento - o piso é de vidro, onde as pessoas podem conhecer as calçadas do período de colonização de Curitiba, uma descoberta arqueológica que se tornou referência para estudantes e turistas.</P> <P align=left>Outros monumentos que podem ser conhecidos no setor histórico: a Fonte da Memória e o Relógio das Flores, na praça Garibaldi, as ruínas inacabadas da Igreja de São Francisco de Paula, o Homem Nu, na praça 19 de Dezembro, e templos religiosos centenários - Igreja da Ordem, de 1737; Igreja do Rosário, do século XVIII; Igreja Presbiteriana Independente, de 1903, e a Catedral Basílica Menor de Nossa Senhora da Luz, construção neogótica, de 1893.</P> <P align=left>Entre as construções mais antigas estão também a Casa Romário Martins, do século XVIII, e exemplos arquitetônicos de inspiração alemã, datados da segunda metade do século XIX. O Museu de Arte Sacra, anexo à Igreja da Ordem, no Largo da Ordem, funciona desde 1981. Sua peça principal é o altar-retábulo lateral da antiga matriz, em madeira policromada, do século XVIII, no qual o Papa João Paulo II celebrou missa quando em visita a Curitiba, em julho de 1980.</P> <P align=left></P><B> <P align=left>&nbsp;</P></B></FONT>

Quer compartilhar?